20 de ago de 2009

O Mercador de Veneza

Plenitudianos e afins, o dia 20 de agosto chegou.

Após cerca de dois meses de trabalho denso, de grande trabalho corporal, de entrega total a um processo novo de montagem, de expectativas imensas, chega a hora de mostrar isso a todos. A Cultura de Quinta (MilkShakespeare) O mercador de Veneza será apresentada hoje. Às 21 horas no Teatro Municipal de Batatais.

Tudo, comçando com o nosso primeiro exercício sobre O Mercador de Veneza, aquele em que precisávamos debater qual sentimento nos era mais caro: amor, poder ou religião, passando pela feitura de nossas máscaras, a gostosa "sujeira no rosto", a papelagem e o processo de desisão das cores, pela o descoberta do texto e o seu entendimento juntamente com marcação até o conhecimento do caráter, da personalidade e da alma cada personagens, incluindo seus segredos, fez com que esse processo fosse deliciosamente intenso e, tenho certeza, bem aproveitado. Resta-nos, apenas, o que não significa que seja pouco, colocar tudo em prática hoje. Viver tudo isso mais uma vez, mas, agora, aos olhos de uma plateia ávida por cultura, por arte. Daqui a pouco.


Então é isso. Hoje, Amor, Poder e Religião disputarão seu lugar no palco.

Merda aos plenitudianos!

3 comentários:

  1. O poema
    (no nosso caso,poema dentro do teatro!)

    "O poema
    essa estranha mascara
    mais verdadeira do que a própria face..."
    Mário Quintana

    *maaaais nada a declarar!
    >.<

    ResponderExcluir
  2. Que belos gestos, que belo figurino, que bela energia, que bela união, que belas personagens...Como é bom ver que sim, o teatro transforma que o pratica e quem o contempla.

    ResponderExcluir
  3. Sim: O Mercador de Veneza foi absolutamente perfeito e só aumenta a cada instante meu orgulho e minha felicidade por fazer parte deste grupo.

    Obrigada a cada um de vcs, plenitudianos!!!

    ResponderExcluir

Tuas palavras são mundos!

Related Posts with Thumbnails