28 de abr de 2009

"Caixas"

Oi gente linda!
Passei aqui hoje só para registrar o quanto estou ansiosa e animadíssima para a apresentação da nossa 9ª Cultura de Quinta: "Caixas", nesta quinta-feira (30/04/2009), às 21:00horas no Teatro Municipal de Batatais.

A apresentação deste mês de abril, que foi preparada com muito esforço, dedicação e carinho, traz como tema as caixas, metáfora do ser humano, sempre cheio de surpresas, contendo sentimentos díspares. Entretanto, seja qual for o sentimento contido nessas caixas, o mais importante é o fato de podermos ter a certeza de que elas nunca estão vazias. Isso é o que nos enche de uma avassaladora vontade de viver cada dia, de conhecer cada pessoa, de aproveitar cada instante, de ouvir e proferir cada mínima palavra, de dar cada passo e (agora digo por mim!) de fazer Teatro. Sempre.



Minha felicidade é imensa porque tenho a absoluta certeza de que todos vocês, plenitudianos da minha vida, também estão com essa deliciosa sensação e enorme vontade de subir logo no palco, de viver plenitudianamente.

Está chegando nossa hora de brilhar de novo (agora aos olhos do público, porque já brilhamos incessantemente a cada fim de semana, a cada dia...).
E isso é muito bom, porque se não houvesse esse amor e respeito absoluto pelo Teatro e pelo público, tenho certeza de que o brilho não viria.

Amo vocês.
Sempre Plenitude. Sempre e mais.

Beijos

17 de abr de 2009

Assunto de hoje: consciência corporal

Plenitudianos lindos da minha vida! Ai, eu estava com uma vontade danada de postar aqui direitinho e logo, ainda mais agora que o nosso blog chiquetérrimo tem mais uma função: informar a Gabi acerca de tudo o que acontece na família plenitudiana!!! Sim, porque...
Gabi fazendo Artes Cênicas em Ouro Preto + Plenitude arrasando nos palcos de Batatais = Blog para uni-los/informá-los e diverti-los!
*_*
(Poxa, estou ficando viciada em "esqueminhas", para quem não gosta de exatas, isso é um mau sinal).

____________
Como faz tempo que não posto, os assuntos serão atualizados aos poucos, tá? Rs
Que tal começar a nossa retrospectiva (?) falando um tiquinho sobre Consciência Corporal?
Então lindezas, quando vi esta tirinha e este vídeo aí de baixo me lembrei de alguns exercícios que fizemos sobre consciência corporal:
* Em um tínhamos que ser objetos, tipo elevador, moto, cama, sempre levando em consideração o peso, o espaço etc.
* Noutro precisávamos fazer o outro grupo adivinhar a frase que queríamos transmitir e, para isso, utilizávamos somente gestos/ações (sem fazer mímica) que expressassem EXATAMENTE a frase, por exemplo, “o cachorro entrou na banheira da vovó”, então precisávamos fazer, primeiro, um cachorro, depois faríamos o verbo entrar, depois a banheira e, por fim, a vovó. Era mais ou menos assim... Vocês se lembram?





Pois bem, o objetivo maior desses exercícios é o de perceber que o nosso corpo é um todo, um organismo só.
Devemos, dessa forma, ter consciência do nosso corpo, desde a unha do dedão do pé até o fio de cabelo, passando, também, pelo nosso interior, rins, estômago, pulmão etc.
É importante tomarmos consciência de que nós controlamos o nosso corpo, contudo, para isso, é necessário que o conheçamos, de forma que precisamos pensar na especificidade de cada partezinha mínima do corpo para, então, juntá-las a fim de perceber o quão “complexos”, “completos” e “perfeitos” somos.
Sendo necessário, inicialmente, dar vida à cada parte do corpo; posteriormente, integrar as partes e sentir-se um ser absolutamente completo. Acredito que entre aí (nisso de conhecer cada parte do corpo isoladamente) a tão cobrada questão de se fazer tudo com um objetivo, isto é, de só mexer a mão, o dedinho do pé ou dobrar o cotovelo direito se tivermos e soubermos o porquê de tal ação, para, assim, não enfraquecermos desnecessariamente a energia advinda de cada partezinha do nosso corpo. De frente, de lado ou de costas faz-se necessário que o ator transborde energia, e, se o ator realmente se conhece, esse trabalho fica bem mais fácil.
Eu acho isso tudo difícil pra caramba. Mas acredito que, com nossa dedicação, logo estaremos enxergando com os joelhos, ficando com fome nas panturrilhas ou com raiva no bumbum :D, né não? Hehehehe
Brincadeiras a parte, o importante é prestarmos atenção, entendermos verdadeiramente cada etapa desse aprendizado e, claro, estudarmos! Eis, na minha opinião, o segredo do sucesso (para tudo na vida). Ih... essa frase ficou parecendo despedida de livro de auto-ajuda. =S

Beijos galera
Related Posts with Thumbnails